24 abril 2007

PAS NAS ESCOLAS.


Nós educadores somos sem dúvida imagens que se reproduzem e refletem-se nos novos homens e nas novas mulheres que ajudamos a formar;cada ação,cada gesto,cada palavra,cada valor é uma peça que se soma na construção histórica de um novo ser humano.Sómente é possível conduzir o processo educativo no sentido de uma prática afetiva,crítica e libertadora à medida que asumimos o desafio de irmos além do repasse mecânico de conhecimento e abraçamos o compromisso de entender o processo educativo como um processo construido por homens e mulheres,enquanto sujeitos históricos,produtores e produto da sociedade.(fundamentos da Epistemologia Genética de Piaget).
Assim é que a criança aprende,captando habilidades pelos dedos das mãos e dos pés para dentro de si.
Absorvendo hábitos e atitudes dos que a rodeiam,empurrando e puxando seu próprio mundo.
Assim é que a criança aprende,mais por experiência do que por erro,mais por prazer do que por sofrimento,mais por experiência do que pela sugestão e mais pela sugestão do que pela direção.
E assim a criança aprende pela afeição,pelo amor,pela paciência,pela compreensão,por pertencer,por fazer e por ser.(trecho de Frederick Molfeti,1999).

2 comentários:

Aline_Kunst disse...

Olá Vera!

Finalmente estou conseguindo ver as postagens de vocês nos blogs, como a correria estava grande em função das práticas nas escolas, acabamos por deixar os blogs em segundo plano...
Agora retornamos...

Boa semana!
Beijos,
Aline

Douglas Orestes Franzen disse...

Afetividade: muitos alunos não a encontram em suas casas. Os professores devem ser afetuosos. Bela iniciativa. Veja meus textos sobre educação: www.douglasfranzen.blogspot.com
Abraços professora